Solidão nos idosos - Causas e como combater o isolamento

A solidão nos idosos é um dos problemas que mais afeta a população idosa em Portugal. Saiba o que pode causar o sentimento de solidão e o que pode fazer para o evitar!

solidao nos idosos

Com o aumento do número de indivíduos com mais de sessenta anos em Portugal, o tema “solidão nos idosos” tem vindo a ser analisado de forma mais profunda. É urgente perceber porque razão este sentimento é mais comum à medida que envelhecemos. Mais urgente ainda é criar medidas que combatam a solidão nos idosos.

Existem vários fatores pessoais e sociais que contribuem para que se fale em “solidão nos idosos”. Saiba quais são.

Solidão apos a reforma, imagem ilustrativa

A reforma pode trazer falta de ocupação se não for preparada antecipadamente, é importante manter-se ocupado

A solidão depois da reforma

A solidão nos idosos pode ser evidenciada pelo término da atividade laboral, já que nesta fase existe uma mudança de padrão de vida e a sensação de perda de utilidade social. Aliás, a reforma está relacionada com várias perdas. Perda de rendimento, de prestígio, de sentido de competência e de utilidade e de afastamento de alguns contatos sociais. É por estes motivos que a reforma favorece o isolamento, a inatividade e, por consequência, a depressão e a solidão. A reforma e as suas consequências podem causar falta de autoestima e declínio do bem-estar.

O isolamento do idoso após a viuvez

As pessoas que não estão casadas sofrem mais de solidão que as casadas. A par da reforma, a viuvez é muito associada à solidão nos idosos.

A perda do cônjuge pode gerar sentimentos de solidão, abandono e sentimentos de desamparo. Muitas vezes, são os próprios idosos que se isolam e se privam de atividades sociais.

Com a viuvez, existe todo um processo de adaptação à situação a nível pessoal, familiar e social. Por vezes o sentimento de solidão já existe, mas é reforçado pela viuvez.

No processo de viuvez, para evitar a solidão, os amigos têm um papel muito importante na criação de laços de convívio, de desabafo e de partilha de experiências.

Abandono de idosos pela família

O abandono de um idoso é tão cruel como a dor do abandono sentida por um adulto, que foi privado do cuidado parental toda a vida.

Segundo uma estimativa do Ministério da Saúde, por ano, acontecem cerca de 100 a 150 situações de abandono nos hospitais; e segundo um estudo da Organização Internacional do Trabalho, Portugal é dos países da europa onde as pessoas idosas mais são abandonadas.

O abandono por parte de familiares faz com que o sentimento de solidão seja ainda mais acentuado, principalmente se forem abandonados em lares ou asilos.

depressão doença relacionada com solidão imagem de uma pessoa sozinha

A depressão é uma das doenças causadas pela solidão.

Como a solidão afeta a saúde dos idosos?

A solidão está intrinsecamente ligada à saúde, uma vez que esta se define pelo estado de completo bem-estar físico, mental e social. A solidão é um sentimento causado por uma ausência de algo ou perda de alguém. A saúde tem um papel muito importante na qualidade e a solidão interfere com o bem-estar do idoso.

A solidão pode ter o mesmo impacto que o stresse crónico na nossa saúde cerebral e também pode afetar os nossos sistemas endócrino e imunológico, o que pode contribuir para o aparecimento de doenças.

Estima-se que 70% dos idosos têm um problema de saúde grave associado à solidão e 10% padecem de solidão maligna, o que compromete a sua saúde física e emocional. As doenças mais comuns associadas à solidão são a hipertensão arterial, as infeções repetidas, a ansiedade e a depressão. (fonte: Portugal Sénior)

idosos que vivem sozinhos em portugal imagem ilustrativa

Cerca de 400 mil idosos vivem sozinhos em Portugal

A solidão nos idosos em Portugal

Portugal, assim com o resto do mundo, sente o envelhecimento da população, que tem tendência a aumentar, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE). A população idosa em Portugal enfrenta uma realidade que causa grande impacto social, devido à baixa taxa de natalidade e relativamente à taxa de mortalidade, com o consequente aumento da população idosa.

Com o aumento da população idosa e isolada em Portugal, aumenta também a necessidade de desenvolver meios para melhor atender às dificuldades deste grupo populacional em crescimento. É necessário proporcionar à população idosa qualidade de vida e um envelhecimento bem sucedido.

combater a solidao nos idosos

Ocupar os tempos livres com vários tipos de atividades para que o idoso evite a solidão e tenha uma vida social ativa

Como combater a solidão nos idosos?

É certo que são várias as causas que impulsionam o isolamento e a solidão nos idosos. No entanto, velhice não é sinónimo de solidão ou isolamento. Prova disso, são os inúmeros idosos que, mesmo depois de passarem por situações menos boas, escolhem envelhecer de forma ativa.

Mas como o fazem? É simples: ocupam os tempos livres com atividades que durante muitos anos não conseguiram fazer. Aliás, dedicam-se a fazer o que mais gostam, agora sem que o factor tempo interfira. Se está a passar por esta situação, sugerimos um rol de atividades que vão contribuir para que não se sinta sozinho.

Infelizmente, são muitos os idosos que, devido à sua condição de mobilidade, não conseguem praticar as atividades sugeridas. Aliás, a maior parte das pessoas que sentem a sua mobilidade afetada acabam por ficar a maior parte do tempo em casa, agravando o sentimento de solidão. Se pertence a este grupo de pessoas, não desamine. Existe uma solução para pessoas com mobilidade reduzida que sonham manter uma vida ativa e livre – as scooters de mobilidade.

Com este equipamento de mobilidade pode deslocar-se para onde quiser e quando quiser. Assim, poderá sair de casa e aproveitar o seu tempo livre para fazer o que mais gosta. Não se esqueça de experimentar as nossas sugestões de atividades.

Faça atividades, esteja em ambientes sociais e sobretudo divirta-se. Estamos certos que, assim, não se sentirá só. Tem sugestões de outras atividades que combatem o isolamento e a solidão nos idosos? Partilhe connosco e com os nossos leitores.

Sabia que?

Em Portugal, assim com o resto do mundo, sente o envelhecimento da população, que tem tendência a aumentar, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE). A população idosa em Portugal enfrenta uma realidade que causa grande impacto social, devido à baixa taxa de natalidade e relativamente à taxa de mortalidade, com o consequente aumento da população idosa.

  • 60% da população idosa portuguesa vive sozinha ou acompanhada de alguém com mais de 65 anos.
  • Em termos de regiões, esta percentagem aumentou em Lisboa e Alentejo (22%), e no Algarve (21% de subida). No Norte e nos Açores tiveram uma menor subida (17%).
  • Segundo um estudo feito por Reis e Fradique (2001, cit. Por Reis, 2005), relativo ao isolamento e à saúde e doença, cerca de vinte por cento dos idosos destacaram o isolamento social e a solidão como causa de doença.

Escrito por: Stannah a 04-04-2017